Blog do ITI

São Carlos se destaca entre as 10 cidades mais empreendedoras do país

17

09

2020


A cidade de São Carlos (SP) obteve o 10º lugar nos quesitos Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia na edição deste ano do Ranking Connected Smart Cities,divulgado na última terça-feira (8), ficando à frente de grandes capitais brasileiras, como Natal, Campo Grande e Belo Horizonte.

No quesito Educação São Carlos destacou-se na 7ª colocação e alcançou a posição de número 70 no Ranking Geral, dentre 637 municípios brasileiros com mais de50 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE de 2019. O município da região central paulista alcançou ainda a 18ª colocação em Economia, registrando a 37ª posição no Ranking de cidades entre de 100 a 500 mil habitantes.

"Esse estudo reflete as características importantes de São Carlos, com destaque para os setores de Educação, Tecnologia e Empreendedorismo, que sempre marcaram o perfil da cidade, que se tornou conhecida inclusive como capital nacional da tecnologia", afirmou Rogério Sá Ramalho, coordenador-geral do MBA em Informação, Tecnologia e Inovação para Negócios da UFSCar (ITI UFSCar), em entrevista à rádio SBS

O relatório é elaborado anualmente, desde 2015, pela empresa de consultoria e inteligência de mercado Urban Systems. São mapeados os municípios com maior potencial de desenvolvimento, por meio de medições de 70 indicadores em 11 eixos temáticos: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, empreendedorismo, educação, saúde, segurança, energia, governança e economia.

"Esse estudo demonstra o potencial empreendedor da cidade de São Carlos, sendo a única cidade com menos de 500 mil habitantes que figura entre as 10 melhores cidades neste quesito" (Rogério Sá Ramalho)

O estudo considera a conexão entre os diversos setores analisados, ao entender que o desenvolvimento só é atingido quando os agentes de desenvolvimento da cidade compreendem o poder de conectividade entre todos os setores.

"Quando nós falamos do conceito de cidades inteligentes, podemos ter diversas percepções. Neste estudo específico foi considerado o conceito de conectividade, sendo essa a relação entre os diversos setores analisados. Sob essa perspectiva, São Carlos está muito bem em determinados aspectos, mas é preciso destacar também a baixa conectividade com outros setores", afirmou Ramalho, que é professor do Departamento de Ciência da Informação da UFSCar.

"Dos onze eixos temáticos analisados, São Carlos ficou entre as 10 melhores cidades do país em três deles; porém, em outros eixos ela não figura nem entre as 100 melhores. Saúde, urbanismo, mobilidade e segurança são aspectos em que a gente precisa começar a direcionar recursos", acrescentou.

O município foi o único dentre aqueles com menos de 500 mil habitantes a figura entre as dez cidades mais empreendedoras, certamente influenciado pelas Universidades, Centros de Inovação, Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas existentes em São Carlos, registrando um crescimento de 22,8% no número de MEIs registradas no último ano.

"O capital humano altamente especializado favorece a criação de novos produtos, patentes e serviços, favorecendo o fortalecimento da infraestrutura de acesso a tecnologia, e tudo isso impacta diretamente na possibilidade de criação de novos produtos e serviços a partir da formalização de MEIs, por isso investir em pessoas é sempre a melhor alternativa", avalia.

É neste contexto que se insere o ITI MBA, que adota uma metodologia de ensino inovadora ao promover uma interação entre a academia e empresas de destaque do setor. Cada componente do curso é ministrado por dois professores — um pesquisador acadêmico e um profissional do mercado–, tendo como foco o estudo de iniciativas que possuam como matéria-prima o foco em Informação, Tecnologia e Inovação para negócios.

A primeira turma do curso teve início em março, com O Módulo Informação para Negócios que abordou a importância do uso de dados, do planejamento estratégico e de modelos de metodologias ágeis e gestão disruptiva de pessoas para catapultar o potencial inovador de maneira sistemática e contínua.

Devido a grande procura uma segunda turma foi iniciada em agosto mergulhando de cabeça no Módulo de Tecnologia, abordando Data Science, Big Data, Data Mining, IoT, Machine Learning, Business Intelligence e outros.

O terceiro e último Módulo tem como foco a temática de Inovação direcionada para gestores, analisando de forma aplicada diferentes modelos de negócios, gestão da inovação, Compliance, práticas de cultura organizacional e Marketing Digital.

Ao final do MBA, os cursistas irão apresentar um Projeto de Inovação em contexto de aplicação real, que será avaliado por uma banca composta por profissionais de mercado e acadêmicos.

“Nosso objetivo é fortalecer o posicionamento de São Carlos como um dos maiores polos Educacionais e de Inovação do Brasil, acreditamos que a aproximação entre Universidades, Centros de Inovação e Empresas é o melhor caminho para gerar soluções criativas e sustentáveis para toda a sociedade”, conclui Ramalho.

Jornalista responsável: Carolina Vila-Nova